Um guarda-chuva especial


Acordei com o barulhinho da chuva. E lembrei de um”causo” (como diria a leitora-contadora de “causos” Marcia) de um guarda-chuva especial.

Estávamos em 2004. O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Celso Amorim, tinha um encontro com a então ministra das Relações Exteriores do Japão. E comigo!

Na verdade, eu é que tinha um encontro com eles, apesar deles nem saberem da minha existência. Minha missão era fotografar o aperto de mão dos dois, lá na residência oficial da tal ministra.

Estava chovendo e deixei o meu guarda-chuva trancado no porta-guarda-chuva na entrada do prédio. Guardei a chave. Fotografei o aperto de mão. Parou de chover. Fui embora. Com a chave e sem o guarda-chuva, claro…

O guarda-chuva não era exatamente meu. Era do amigo inglês que emprestou para uma amiga brasileira que me emprestou. E a chave pertencia à residência oficial da ministra das Relações Exteriores do Japão. E, agora?

Contei o “causo” ao Kuni. Ele riu e me aconselhou: sendo um guarda-chuva especial, esquecido num lugar especial melhor devolver. Caso contrário, eu poderia deixar pra lá. Quem nunca esqueceu um guarda-chuva?

Antes de bolar o plano de resgate, o Kuni atendeu uma ligação em japonês. “Karina, é do Ministério das Relações Exteriores. Eles querem saber quando você pode devolver a chave do porta-guarda-chuva.”

Queeeeeeê?

Fiquei chocada: como eles souberam que aquele guarda-chuva esquecido era meu? Afinal, eu era apenas uma das dezenas de fotógrafos e cinegrafistas que estavam lá para registrar o bendito aperto de mão.

O Kuni marcou um horário (sim, o resgate do gurada-chuva tinha que ser agendado) e lá estava eu tal dia, tal hora, na operação-resgate. O guarda-chuva e a chave voltaram para as mãos dos seus respectivos donos e eu espero não esquecer guarda-chuva especial em lugar especial nunca mais.

Ufa!

Anúncios

13 Respostas para “Um guarda-chuva especial

  1. Que engraçado! Mas porque e como eles conseguiram perceber no que o guarda chuva era o seu?????? Realmente não tenho menor idéia, agora fico curiosa mesmo!!!!!

  2. Boa pergunta da Yayoi! Como eles sabiam? Será que pensaram: só pode ser daquela brasileira com cara de atrapalhada!?

  3. Eu tenho uma sugestão para eles terem advinhado que o guarda chuva era seu! Vai ver de todos eles, você é a que parecia ser mais atrapaiada, hahaha!

    Obrigada pela canja 🙂

    bjs

  4. O que conto foi engraçado, que o ministro ligue para que volte por sua guarda-chuvas… a proxima so leve um journal para a chuva e logo tirar ao lixo, mais practico

  5. Eh realmente intrigante, talvez voce tenha sido identificada pela camera.Vc vai prestigiar o show do U2? Quer participar de amigo secreto virtual? Eh a Denise que esta promovendo, da uma passada no blog Sindrome de Estocolmo para conhecer as regras.

  6. Pururuca do Brejo

    Isso me lembra uma pergunta que mandaram ao Jo Soares. Todo mundo já perdeu um guarda chuva, certo? Alguém já encontrou algum? Não! Então onde estão todos esses guarda chuvas?

  7. PARA TODOS
    pois eh, tudo indica que fui identificada pela camera. e como era a unica mulher estrangeira era facil saber qual era o meu cartao de visita, achar o numero do meu telefone e ligar 😀

    ainda bem que nao fiz nada de errado. hihihi…

    PARA MARCIA
    de nada ; )

    PARA DANI
    sem guarda-chuva eu ia chegar la toda molhada e eles nao iam deixar eu entrar pra fotografar o tal aperto de mao. ja pensou?? eu ia ser demitida : P

    PARA NEIDE
    u2? nao vou nao…
    amigo secreto virtual?? vou la verificar 😀

    bjinhos PARA TODOS : )

  8. Essa vc tirou do bau, hein. Nao lembrava desse “causo”. Da proxima vez, vc conta do caso KFC que tive outra participacao especial como um amigo japa quebra-galho. Fiquei tentando me lembrar como foi q eles te identificaram como a dona do gurda-chuva, mas nao consegui. Pelo numero da chave que de repente foi registrada com seu nome na entrada? Mas acho que nao foi um caso tao misterioso, se tivesse sido, eu deveria lembrar.

  9. Guarda-chuva e caneta Bic, todo mundo já perdeu um dia.

  10. Nossa, que guarda-chuvas mais impotante. Se ele falasse merecia até entrevista.
    Karina, preciso de visitinhas!!! Me ajuda a ganhar um novo bloguito, please!!! =)

  11. Karina,
    adorei a crônica. E me fez lembrar dos inúmeros guarda-chuvas que comprei no Japão, todos perdidos …
    Beijos!

  12. Agora sim escrevo em seu blog, Karina. Me desculpe pelo mal-entendido.

  13. Karina Almeida

    PARA PURURUCA DO BREJO
    isso da um post ne?

    PARA KUNI
    voce aqui no meu japao! que alegria! afinal, voce aparece mais nos posts do que nos comentarios ne? hihihi…

    ah, nao tinha nada registrado nao. acho q foi pela camera (e pela cara de estrangeira) mesmo 😛

    PARA YOSHIO
    nossa, eh mesmo! eu ja perdi as contas de quantos perdi. hihihi…

    PARA MAIRA
    hahahaha. eh mesmo, vou entrevistar o guarda-chuva! se souber onde ele estah ne?

    e ja passei la no seu bloguito ; )

    PARA EUGENIA
    eu prometi pra mim mesma, que nunca mais iria comprar um guarda-chuva (pois tenho uns 10, fora os que perdi), mas acabei de comprar outro!

    PARA VITOR OGAWA
    menino, e eu falando com o outro vitor achando que era voce! hihihi…

    bem-vindo ao meu japa!

    bjinhos PARA TODOS 😀

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s