Esse bebê (não) é meu!

Bebê trocado parece história de filme, mas a gente sabe que existe e vê, de vez em quando, no jornal. Se com os ocidentais, a pulseirinha com nome no pézinho do bebê recém-nascido nem sempre funciona, imaginem com os japoneses 😛

Deve ser por isso que além de colocar a pulseira de identificação, eles escrevem o nome no pézinho do bebê. Só soube disso neste final de semana, quando fui visitar o filho de um amigo japonês e encontrei essa foto aí no álbum de família. Será que ele não sentiu cócegas?

Anúncios

12 Respostas para “Esse bebê (não) é meu!

  1. hahaha… Karina, faz sentido… os japoneses já são muito parecidos entre si, imagina os bebês!!!!!
    gostei dessa!!!
    beijos

  2. O perigo de trocar bebes na maternidade aqui deve mesmo ser muito maior. Mas como os japoneses sao precavidos…

  3. Gostei da idéia. Muito prática, simples e evita erros que podem se tornar irreparáveis.

  4. Fato! Pq nunca pensamos nisso antes?Não há como errar!

    Mas eu sentiria cócegas! Hihihi…

  5. Os japoneses e suas idéias práticas! Super legal! 😀

  6. Pai Convencido

    Na verdade, nem precisa botar o nome. Ele era o mais bonito da maternidade e nao tinha como ser confundido com os outros bebes!

  7. Papai coruja! Hehehehe! Queremos foto!

  8. hahaha que coisa não?! Com certeza vale uma foto!

  9. também, do jeito que eles são todos parecidinhos, precisava mesmo! hehehehehe…
    Bjinhos

  10. Olha só…Bem prático e útil!! rs

    Beijos

  11. Karina Almeida

    PARA MERCIA, RAQUEL e MAIRA
    mas sabe que eu acho que so a gente acha os japoneses parecidos? eles nao devem achar. acho que, para eles, os gringos eh que sao todos iguais! hihihi…

    PARA VITOR, VAL, PAULO e KARINA
    tambem adoro essa praticidade dos japoneses 😀

    PARA VAL e CARLA
    bem-vindas ao meu japao! espero que gostem e voltem sempre!

    PARA PAI CONVENCIDO
    voce eh convencido mas tem razao! o seu filho eh muuuuuuuuito lindo mesmo!! parabens!

    bjinhos PARA TODOS!

  12. Esse negócio de que japonês é tudo parecido eu só fui entender aqui no Japão.

    Não que eu tenha achado todos parecidos mas o que ocorreu é que todos os poucos ocidentais que eu via por aí eram….iguais!

    Olha só que coisa…É claro que no Br eu já vi muitos orientais parecidos uns com os outros mas isso na mesma proporção em que eu via ocidentais parecidos. De qualquer forma, como tenho rosto oriental eu nunca entendi muito bem como os ocidentais nos viam todos como iguais até que eu vim pra cá e o inverso aconteceu. Lembro quando eu pensei:”Puxa, mas que diabos! Os ocidentais são todos iguais!! Então é desse jeito que somos vistos lá no Br?”

    Com isso eu bolei a idéia de que um grupo com características faciais diferentes da maioria acaba por se dissolver e dando a impressão de que são todos iguais.

    Nesse caso, como os ocidentais são a minoria aqui no Japão, acabam se tornando muito parecidos para um oriental.

    Isso é uma teoria minha. Mas, Karina, se um dia eu te avistar andando por aí sei que logo te reconhecerei por conta da caricatura. rsrsrs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s