Máscara de gripe? Tô fora!

mascara

Sábado passado teve Festival de Humor brasileiro aqui no Japão e o Fábio Porchat – redator do Zorra Total, da TV Globo – arrasou ao entrar no palco usando uma máscara de gripe.

Depois do show, fui parabenizá-lo (o cara é muito bom!) e verificar se ele sabia porque os japoneses usam a tal “máscara de gripe”.

– É por causa das SARSmascara-kitty, né? (disse o Porchat)

Não! Os japoneses não usam este tipo de máscara para se proteger. Usam para não passar o vírus da gripe às pessoas ao redor deles. É o cúmulo da educação!

Eu procuro respeitar a cultura japonesa, mas usar máscara de gripe não dá! Nem da Hello Kitty, que é superfofa, eu usaria.

Aproveito a minha cara de estrangeira e faço de conta que não sei desse costume politicamente correto, porém, esteticamente assustador (não quero ficar com cara de doente por causa de um simples resfriado ou gripe).

Além de deixar até a Miss Mundo feia, incomoda muito. Já testei por alguns pouquíssimos minutos e me senti sufocada e ainda por cima o meu nariz começou a coçar. Horrível!

Para amenizar a minha falta de educação, não espirro em local público de jeito nenhum! Só se for no banheiro (^_^)v

Em tempo: todo mundo usa (quando está gripado ou na época do pólen que dá alergia) e em todo lugar.  Na escola, no trabalho, na rua…

… velhinho, criancinha, adolescente, homem, mulher e até as mocinhas que fazem “ponto” na esquina! Eu vi! Pena que não tive coragem de sacar a minha câmera fotográfica e registrar aquela imagem ilária e inesquecível!

Anúncios

13 Respostas para “Máscara de gripe? Tô fora!

  1. Ewerthon Tobace

    Sucesso na nova casa!

  2. Muito legal o novo visual do blog! E legal que os posts do blog antigo estão aqui, também! Vai ficar mais fácil de reler algum (^_^)
    Você vai continuar atualizando o do site da Abril enquanto funcionar, ou já vai migrar de vez pra cá?
    E essas máscaras… Credo! Achei que só algumas (poucas) pessoas usavam, mas se são tantas assim…!

  3. Ôi Karina! Vim aqui deixar meu pitaco. Olha, devo confessar que na última gripe que peguei eu usei, sim, no trem hehehe No começo eu também achava estranho e até meio sinistro (acho que Michael Jackson adquiriu esse costume das máscaras, depois de uma visita ao Japão rs). Mas meu medo passou rapidinho quando entrei na fábrica e precisava usar as minhas, para não respirar o pó da lã de vidro. Na verdade, depois de algum tempo por aqui, vejo-me repetindo alguns costumes japoneses, automaticamente. Então para mim é normal. Só espirrar em público que eu não consigo controlar, pois tenho rinite alérgica (um kafunsho eterno kkkk) e espirro praticamente todo dia, em qualquer lugar rs. Bjs.

  4. É isso aí cara amiga. Sorte com o novo (ou velho?) blog! Just keep pushing, no pain no gain!

    Sobre as máscaras, já ví muita gente ficar melhor com… rs

  5. Ola Karina. Têm brasileiros que adotam a máscara! Me lembro que uma colega de redação que adorava usar a máscara quando ficava gripada. O problema é que ela acostumou e, mesmo não estando resfriada, não deixava a máscara de lado. Ficou tão acostumada, que passou a ser conhecida de Fafá, a Mascarada!

  6. Uia, também achei legal você ter conseguido migrar todo o blog do blogspot pra cá. Quem sabe um dia também vou para o wordpress 🙂

    Quanto as máscaras, eu as usava na fábrica de bentoya, mas odiava a coceirinha que elas davam no nariz 😉

  7. Oi Karina (^-^)/ Sou meio que nova aqui. Descobri seu blog não tem mto tempo, mas já virei sua fã. Adoro o Japão e ler seus posts, assim como os de outros blogueiros, como o Ewerthon e os outros. Me distraem por horas. Adoro conhecer esses pequenos detalhes do Nihon. Parabéns pelo blog, adoro a forma como você escreve, bem descontraída. P.S. Tô começando a virar fã dos banheiros do Japão tb (rs). E olhe que nunca pisei aí.

  8. Oi Ká! Eu ia deixar um apoio moral para a nova fase do seu blog, mas acho que não vai precisar né? Tem tanta gente já comentando e participando dos posts que eu acho que vou ficar redundante.
    Se precisar de alguma dica, ajuda no layout do wordpress pode falar comigo. Sou perito em enfeitar esses temas do WP (vide o meu site). Bjos!

  9. Karina, uma das características do povo japones é aquilo que chamam de “senso de destino comum”. Isto levou, por exemplo, no começo da imigração japonesa no Brasil a convivência solidária, naquilo que chamavam de “colônias” . Ou a comportamento do tipo, fazer toda a faxina depois de festas, seja nos kaikans ou nas casas dos anfitriões. Um comportamento solidário é não querer transmitir doenças aos outros. Solidariedade, não é apenas ajudar os outros em casos de necessidade, é também antecipar e prevenir do que de ruim pode acorrer a toda comunidade. Por outro lado o Brasil tem-se tornado da sociedade individualística, qualquer atitude em pró do comportamento coletivo, se não for em meio de um desastre, é visto como algo inusitado. Alias vejo quase todos os dias comportamentos não civilizados por parte da população brasileira, filas duplas de automóveis, por exemplo. Eu sou de outra época e me assusto com isto.

  10. MAURO, tem razão. É um belo exemplo de solidariedade!

    SHIGUES, opa! Já ia te pedir um orçamento! Hihihi… Dá para perceber que adoro blogar, mas não tenho a menor paciência com layout né 😛 Eu quero ajuda sim!! Oba!!

    SAY, que legal! Brigadíssima (^_^)v

    MARCIA, só falta eu aprender a usar as milhões de ferramentas do blog novo né. Hihihi…

    JUVENAL, hahahaha… Será que um dia eu vou ficar assim também??

    JULIANO, hahahaha… Você não perdoa né!

    CLAUDIA, espirrar não pode! Hihihi… só se for de máscara! Por isso, prefiro não espirrar 😛

    LUIZ, pois é. As máscaras são muito comuns por aqui! Impressionante! E quanto aos posts da Abril, não perdi a esperança de trazê-los para cá. Mas ainda não sei se dá : (

    EWERTHON, brigadíssima! E o senhor podia voltar a blogar também né 😛

    Bjinhos para TODOS (^_^)v

  11. Em qualquer imagem, video, meio infinito, notamos japoneses usando mascaras. Educação? Não querem transmitir gripe aos demais? Meu, absurdo da ignorância, pois, qualquer imagem comprova que os que usam a mascara representam uma quantidade gigantesca.

    Impossível todos esses estarem com resfriado num país de primeiro mundo! Nem no Brasil isso acontece, algo que no meio de 10 pessoas 4 estejam com resfriado.

    Se fosse assim, o povo da Russia, artico, etc, estariam usando mais mascara.
    Educação uma ova! É mentira !

  12. Oi. O que pra você é uma simples gripe ou resfriado, pra mim não é. Eu tenho bronquite, minha imunidade é fraquinha e já tive 4 pneumonias. Quando pego uma gripe, ela não vai embora sozinha. tenho que gastar muito com remédios e fisioterapia respiratória. e tenho que ficar numa agonia que ninguém ao meu redor tem quando esté gripado.
    Já fiquei resfriada do comecinho do ano e agora estou morrendo de medo de ficar mal novamente, pois um colega de trabalho está com uma tosse carregada a 2 semanas. Ele sabe que é gripe e diz que logo vai passar…. mas enquanto não passa, o cara do lado dele começou a ter os sintomas, a garota da minha frente começou a espirrar e fico temendo que eu seja a proxima.
    Nenhum deles tem gel antisséptico na mesa, só eu. então o que eles não consguiram passar por ar, podem passar pelos objetos que compartilhamos.
    Pode parecer meio hipocondriaco da minha parte, mas numa sala fechada isso vira uma mini epidemia. Isso já aconteceu no trabalho, isso já aconteceu em casa, já aconteceu pegando onibus.
    Não entendo como camisinha é uma coisa incentivada para não propagar DST, mas máscara não é, como se doenças respiratórias fossem de se ignorar. Mas 284 pessoas morreram de gripe H1N1 no Brasil em 2012. Já o número de mortes causadas pela gripe comum é entre 250 e 500 mil por ano, em todo o mundo.
    Pelo menos se colocassem um lencinho de papel na frente da boca tava bom, mas continuam tossindo na mão ou tossindo pa qualquer lado.
    Sim, isso é falta de respeito com a pessoa ao seu lado.

    Já tenho uma mascara comum, mas assim que eu achar uma bonitinha, comprarei!

  13. Uma falta de educação do caralho não usar porque é “feio” e “incomoda”. Ninguém é obrigado a pegar seus germes por sua vaidade. Brasileiro é um câncer mesmo, independente de que país more.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s