Tsukiji volta a receber turistas

tsukiji1

O mercado de peixe de Tsukiji, em Tóquio, é o maior do mundo e uma das atrações mais visitadas por turistas no Japão.

São tantos turistas, que o famoso leilão de atum realizado lá tem sido prejudicado e foi preciso proibir a entrada dos curiosos de plantão. 

Felizmente, a proibição durou pouco – menos de 1 mês – e, hoje, as portas voltaram a se abrir para todos nós (Ufa! Eu já fui passear lá, mas não no horário do leilão, que começa às 5h30 da manhã!)

A notícia causou um reboliço por aqui, especialmente, porque a imprensa japonesa divulgou que os turistas estrangeiros não eram bem-vindos. Na verdade, segundo algum jornal em inglês (já esqueci qual é!), não é nada disso: independentemente da nacionalidade, os turistas atrapalham os negócios.

Só tem um detalhe: dos mais de 500 turistas que assistem à cada leilão, mais de 90% são estrangeiros.

E dia desses vi na TV uma reportagem (vídeo acima) que mostrou porque eles (nós?) incomodam mais. Além de não entenderem o idioma local, são mais ousados. Teve turista que chegou a lamber o atum que estava lá para ser leiloado! Sem contar os que ignoram as (outras) regras, como não subir nos carrinhos usados pelos funcionários.

O jeito foi publicar, finalmente!, um guia de visitação em vários idiomas. Tomara que o povo tome juízo :p

Nunca ouviu falar do Tsukiji? Então, clique aqui ou aqui.

Anúncios

7 Respostas para “Tsukiji volta a receber turistas

  1. Olá Karina. Gostei deste post! Eu tinha planejado de ir ao Tsukiji Market em Dezembro. Mas como o leilão de atum estava fechado para turistas acabei não indo. Essa do estrangeiro lambendo o atum e pegando carona com o carrinho é nova para mim, não sabia que a ousadia chegava a tanto. 😛

  2. Nossa, o leilão acontece as 5:30 da amnhã e ainda dá tanta gente assim?! Eu com certeza não faria parte desses 90% porque minha cama seria bem mais convidativa xD~~

    E gente, lamber o peixe?! Que nojento! xP

  3. Eu, com certeza, também não estaria em Tokyo às 5:30 da matina, só se me hospedasse em algum hotel muito perto do mercado. E nem assim eu gartantiria que iria sair do quentinho das cobertas só pra assistir um leilão malcheiroso (imagino que tudo esteja fedendo peixe, né).
    Curiosos atrapalham qualquer evento, mas os estrangeiros acabam se ofendendo sem entender o contexto. É complicado.

  4. parte ruim: atrapalham os comerciantes.

    parte boa: não eram brasileiros

  5. Ola Karina. Antes de vir ao Japão, no guia turístico que comprei falava do Tsukiji e das visitas ao leilão. Contudo, nunca me interessei em ir conhecer. Deve ser porque não sou muito chegado ao cheiro de peixe…

  6. Como tem babaca em todo lugar…
    É sempre assim, tem que proibir todos por causa de atitudes de alguns para alguém tomar noção deste tipo de fatos vergonhosos.
    Será que esse cara não pensa?!?! O QUE ELE ACHARIA DE COMER UMA COMIDA QUE ALGUÉM LAMBEU!!!!

  7. Oi Karina!
    Eu tinha planejado ir para Tsukiji em dezembro… Para quem (como eu) adora sushi, aquilo ali e um paraiso hehe…

    E aproveitando e comentando o post acima, que show hein… Mr Everthon em video!

    Estou aguardando o takyubin para ler a sua coluna da Higashi!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s