Sopa de soja (misoshiru) especial

ts3805631Nunca vi uma mesa de café-da-manhã, em Minas, sem queijo. E (quase) nunca vi uma refeição japonesa sem sopa de soja, ou misoshiru em japonês.

Era isso que me incomodava logo que cheguei aqui. Não gostava de misoshiru, mas ele estava sempre ali, acompanhando todo prato que eu pedia.

Então, eu presenteava o/a colega de mesa ou, para surpresa da garçonete, deixava intacta a sopinha, que é uma paixão nacional.

Cinco anos se passaram e, pasmem!, também me apaixonei pelo tal misoshiru! Gosto tanto que até aprendi uma receita (assim como Neston, existem 1001 maneiras de preparar misoshiru). Preparei, pela primeira vez, hoje!

Detalhe: a receita é do gatinho e ele disse que é super saudável, nada de produto industrializado. Tudo natural!

Ele está conseguindo me convencer a comer menos carne, menos fritura e mais salada (ou sopinhas naturais). Minha mãe não vai acreditar!

A RECEITA

Coloque um pouco de água (3 dedos mais ou menos) numa panela, com 1 pedaço da alga chamada konbu e uns 10 peixinhos secos para tempero chamados niboshi. Deixe ferver durante 10 minutos e, em seguida, jogue fora a alga e os peixinhos. A água não!

Coloque verduras e legumes do seu gosto (carne crua picada, sem tempero, também pode!) e depois de cozidas, acrescente a pasta de soja. Pronto! É só isso!

As verduras e legumes do meu gosto? Nabo, acelga, e um cogumelo maravilhoso chamado enoki. A minha sopa tinha, ainda, aquele macarrão chinês feito de arroz, chamado bifun.

Tem mais verdura/legume que eu gosto, mas estas eram as que estavam na minha geladeira.

Reparou que na receita não tem sal, nem óleo e cia? O tempero fica por conta da pasta de soja, da alga e dos peixinhos. Não se preocupem!

ps: a foto prova que não sei fazer comida bonita como os japoneses sempre fazem. Mas prova também que eu fiz a sopa sim (^o^)/

Anúncios

19 Respostas para “Sopa de soja (misoshiru) especial

  1. O Amor é lindo…supera obstáculos, hábitos e conceitos.

    Viva o pão de queijo e o Misoshiru!

  2. Como dizia Silvio: ISTO É INCRÍVEL!!! …hehehe.. você comendo misoshiru!?!?! Bom, mas é um avanço. Saudável eu sei que é mesmo, mas nem com 7 anos de Japão e 1001 maneiras de preparar Neston e misoshiru eu consigo engolir essa sopa!! Qdo sairmos juntos, vc então será a colega presenteada!! hahaha…Parabéns!!

  3. Pronto, agora vai ficar mergulhando o pão de queijo no misso! hahahaha.

  4. Quando eu morava aí também detestava mishoshiro, e ficava horrorizada de ver os japas tomando no café da manhã. Mas hoje eu tomo sim, numa boa e até gosto. Mas só gosto daquela bem tradicional mesmo, com no máximo um pedaço de tofu do meio. Dessa última vez, fui num restaurante que a sopa veio até com a cabeça do camarão, mas não gostei não !!!

  5. GENTE!!!

    esqueci do tofu!! só lembrei agora que a MARCIA comentou! estava na receita do gatinho, mas acho que pulei essa linha : (

  6. Pra mim parece bonita sim xD~~ Porque se eu tivesse feito ela estaria em um estado muito pior xD~~

    Obrigada pela receita ^-^ Eu adoraria tentar, assim como eu queria tentar muitas outras receitas japonesas, mas é difícil achar ingredientes japoneses aqui e qdo acho são bem caros (T_T). Mas já tentei fazer uns sushis e onigiri…ficaram feinhos, mas meu namorado achou gostoso xD~~ ufa!

  7. Meu Jaoão virando blog culinario??? rsss…
    Por ser filha de japoneses eu tomo missoshiru desde sempre, assim como o natô que sempre fez parte do cardápio semanal (só se comprava 1 vez na feira).
    Amo missoshiru que realmente pode ser feito de 1001 maneiras, eu gosto de pôr somen ou soba.
    Minha ex sogra jogava tudo o que sobrava dentro do missoshiru, até torresmo uma vez foi parar lá dentro. Apesar de estranho sabe que ficou gostoso… =p

  8. Karina eu quero!eu quero!eu quero!Beijos pra vc

  9. tá faltando tomar chá , estamos esperando!!!!

  10. Cara Karina, agora só falta o gatinho te convencer que cebola não faz mal a ninguém. Aquilo que sua mãe não conseguiu te convencer, o gatinho, com jeitinho, está conseguindo! É como eu sempre pergunto a mim mesmo: O que a gente não faz por amor?!

  11. Ah, será que os 10 peixinhos podem ser substituídos por Knorr ou algum outro tempero sabor peixe? xD~~ E que estranho jogar os peixinhos fora >.<

  12. Me deu um aperto no coração só de ler que você deixava o misoshiru intacto no restaurante. Pelo menos agora você pegou o gosto pela coisa.

  13. Nossa, eu, que já não como nem um “asagohan” decente no Brasil, não consigo me imaginar tomando sopa nesse horário tão conturbado (pra mim)!
    A propósito, vi sua resposta ao meu comentário lá no Muito Japão e só pra não fazer a “janelinha” do Caruso-san de bate-papo, resolvi responder aqui: na verdade, foi mais ou menos o que o ele falou lá… Eu estava notando o fato de que a palavrinha em vermelho era “pantsu” e não “iro”, mas agradeço a sua explicação, que com certeza vai ajudar outras pessoas lá!;D
    Aliás, a sua resposta só me serviu de desculpa pra comentar aqui, pois já faz alguns dias que venho lendo o seu blog também (desde as primeiras postagens)! E claro já virei fã dos seus relatos, assim como há pouco virei fã dos do Caruso-san!:D
    Só pra não fica no ar: sou brasileira, gaúcha, sem nenhuma ascendência japonesa, mas apaixonada por essa cultura. Vou fazer Letras (Bacharelado) em… adivinhou: Português/Japonês. E digo “vou fazer” porque passei esse ano (agora em Janeiro) no vestibular da federal… só falta as aulas começarem!:)
    Meu nível de Japonês é mais ou menos como o seu (pra pior, é claro!) – já sei os silabários e alguns kanjis, mas me falta muito ainda de vocabulário e, principalmente, sintaxe…:O
    Bom, já me apresentei, só pra vc saber que tem mais uma leitora que nem sempre comenta, mas que acompanha as suas histórias!;)
    bjoo :*

  14. Say,

    Pode utilizar (aqui no Brasil) “Hondashi” no lugar dos peixe, perde-se um pouco da tradição porém facilita a preparação.

  15. Oiis!!

    No Japão pós-guerra os médicos receitavam a sopa de soja para as pessoas contaminadas com radioatividade!
    Eu também adoro missoshiru,mesmo no verão não dispenso!!!
    Aliás,arroz-feijão e missoshiru combinam muito bem!!
    Mas no café da manhã ainda não consigo!!!
    Tem que ter um cafezinho!!
    Ahh e nada de Ice-coffee!!!Tem que ser passado na hora!!

    Como todo bom brasileiro gosta!!

    Bjs.

  16. JACKINBLACK,
    misoshiru com arroz e feijão?? ó céus, tem certeza de que fica bom? não acredito!
    e eu também não sou fã do cafe-da-manhã japonês. gosto de pão, queijo, leite, essas coisas. misoshiru fica melhor no almoço ou no jantar. esse eu fiz à noite ; )

    NELSON,
    obrigada pela dica! eu não saberia responder a pergunta da say 😛 e você tem razão, o amor é lindooooo!

    LUISA RAPOSA VANIK,
    nossa, que confusão! hihihi… eu achei que você não soubesse ler o kanji de iro e tivesse perguntado se ele não era de pantsu! é que eu comentei depois que o caruso já tinha feito a correção. hihihi… mas bom saber que você é leitora do meu japão e que legal o curso que você escolheu! eu tenho vontade de estudar letras por/jap também! boa sorte e venha nos visitar um dia!

    HIDEKI,
    são dois pecados que eu cometia sempre: deixar intactos o misoshiru e o chá verde. o chá eu continuo deixando lá, finjo que nem vi ou que esqueci de tomar 😛

    SAY,
    se a comida ficar feia, mas gostosa, tudo bem né! a minha sopa ficou uma delíiiiicia! e viu que o nelson respondeu sua pergunta? eu não saberia responder, ufa!

    JUVENAL,
    hahahaha… cebola vai ser difícil! o amor é lindo, mas cebola nãaaaaaaao!

    JEFERSON,
    se não for verde eu tomo! serve chá chinês, o uroncha? 😛 esse eu adoro!!

    CRIS,
    já tomei tudo! 😛 e agora??

    HERIKA,
    tava aqui pensando em ir lá no seu blog bisbilhotar as receitas. tô procurando receita de alguma coisa de chocolate para o valentines day 😛

    MARCIA,
    menina, esqueci do tofu!! ai que raiva!! sabia que estava faltando alguma coisa, ma só lembrei depois do seu comentário… mas eu faço outra! ah, camarão eu amo, então acho que eu ia gostar dessa sopinha aí sim 😛

    LUIZ,
    hahahaha… não tinha pensado nisso!

    CARUSO,
    hahahaha… a minha alegria é que existe alguém mais fresco que eu!! eu já tô tomando uroncha, misoshiru e já comi até natô. agora é a sua vez de passar a comer algo muito japão também né 😛

    BJOS PARA TODOS (^_^)v

  17. Nelson,
    Obrigada pela dica =D

  18. Say,

    Esqueci de um detalhe: Não deixe o “misoshiru” continuar a ferver depois de juntar o caldo de missô (pasta de soja), isso prejudica o sabor e o aroma do “misoshiru”.

    Dentro do meu lema: “Fazer é fácil, o difícil é comer o que EU faço…rsrssrs”, boa diversão.

  19. Realmente não pode deixar ferver depois de pronto. Aliás o missô a gente mistura na água com o fogo já desligado.
    Minha mãe sempre me disse que o missô-shiru limpa o sangue, não engorda e é super saudável!
    Também como todo alimento à base de soja, deve ser consumido pelas mulheres de todas as idades. A soja é como uma progesterona natural.
    É fato que as mulheres japonesas praticamente não têm ou não sofrem de menopausa!
    A receita mais simples é meio-litro de água, meio pacotinho de hondashi(peixe bonito-do-mar seco e ralado), e uma colher de missô.
    Existe o missô branco e o escuro. Para sopa prefiro o branco.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s