O ministro bêbado(?) renunciou

nakagawa

Complementando o post anterior:

O ministro das Finanças do Japão, Shoichi Nakagawa, anunciou nesta terça-feira sua renúncia por problemas de saúde, depois de surgirem boatos de que ele estava bêbado durante uma reunião do G7 (o grupo dos sete países mais industrializados do mundo) no último sábado.

Leia a continuação da reportagem da BBC Brasil aqui.

Anúncios

13 Respostas para “O ministro bêbado(?) renunciou

  1. Olá Karina! Admiro o seu trabalho!
    Fiquei com pena do Ministro. Imagino a pressão que ele deve estar sofrendo. Ainda mais no Japão. Talvez não tenha sido bebedeira, mas algo mais sério, sei lá, relacionado a algum distúrbio psicológico. Remédios para ansiedade, insônia podem deixar as pessoas fora de órbita as vezes…
    Beijos e parabéns pela conquista no teste de proficiência!

  2. Depois de ler a notícia, acho que eu entendi o que aconteceu: anti-inflamatório + álcool. É BEM pior do que só beber…:P
    De qualquer maneira, foi meio irresponsável. Mas eu fiquei com um pouco de pena.:/

  3. Será que ainda temos salvação então? Até que ele renunciou rápido =p

  4. Não vou falar nada do ministro. Decididamente não foi o seu melhor dia, decerto tem qualidades também.

    Mudando de assunto. Karina, lembrei-me do quanto aprecia Tôkyo e a Disneyland. Nunca li nada seu traçando um paralelo entre os dois lugares mas descobri alguém que o fez. Veja aqui e pense se não lhe parece acertado. Pelo menos do ponto de vista de um estrangeiro:
    http://tokyo360.net/?p=96

  5. Pois é, só no Nihon mesmo p/ vc ver atitudes dessa magnitude. Renunciar a um cargo desses por um mico que, querendo ou não, não prejudica efetivamente ninguém, apenas denigre um pouco e temporariamente a imagem do país frente aos holofotes.
    Enquanto por aqui tem gente que faz coisas bem piores, nao sente a mínima vergonha disso e ainda faz piadas sobre o caso.

    Aproveitando, como sei que você gosta da Country Road, versão Mimi Wo Sumaseba, vou divulgar um pouco o trabalho de uma amiga que está aí no Nihon agora tentando a sorte ok?…rs. Dá uma olhada nesse cover que ela fez e nas músicas próprias dela, compostas em inglês e japonês. http://www.youtube.com/watch?v=0dhmwW53fAk

  6. Ops… link errado…rs

  7. No Japão virou moda renunciar! 😛

  8. Amigaaaaa! O cara estava bêbado mesmo, não foi remédio coisa alguma. Tu que é boazinha demais. Nem parece que mora no Japão e vê aquela ‘tuia’ de bebum no trem… Olha, e isso não sou eu quem estou falando: até a imprensa japonesa comentou bastante que ele tem má fama pela bebida, não é a primeira vez que faz vexames do tipo. No início do ano, ele pulou um monte de palavras de um discurso porque foi fazer o pronunciamento no Parlamento chapado…. Ah, coloquei um link pro teu blog no meu, olha lá dps! Canto direito da página 🙂

  9. Sorry, correção: “Não sou eu quem está falando”, escrevi errado no comentário anterior. Hahaha! Saudade, mulher! Bjosssss

  10. BRUNA,
    tadinho do nakagawa né. de qualquer jeito vai ter de se tratar. seja por causa da gripe, do alcoolismo ou da irresponsabilidade! e brigadíssima pelo link! vou lá ver (^o^)/

    JULIANO,
    sim, nunca vi tanta notícia de renúncia! vamos ver quando chegará a vez do primeiro-ministro né.

    MAKOTO,
    legal! vou lá ver! brigadíssima!

    ANTONIO,
    interessante afi! vou lá ver! brigadíssima!

    HERIKA,
    depois dessa, se não renunciasse, quem cairia seria o aso (primeiro-ministro) né. hihihi…

    LUÍSA,
    eu também fiquei com pena dele! não é qualquer um que chega ao cargo de ministro das finanças, ainda mais da segunda maior economia do planeta. e acabar com a carreria por causa de um vacilo desses… lamentável né : (

    MICHELE,
    brigadíssima (pelo blog e pelo teste)! e como respondi para a luísa, eu também fiquei com pena do ministro : (

    bjinhos PARA TODOS!

  11. Aqui no Brasil os políticos fazem coisas piores e nunca renunciam! :/

  12. Deu no Blog da Barbara Gancia

    “decoro é bom e eu gosto

    25 de Fevereiro de 2009

    da coluna da Mônica Bergamo:

    “Dona Marisa surpreendeu pela animação. “Deu um trabalhão!”, diz um segurança. A primeira-dama foi quatro vezes à pista. Beijou bandeiras, sambou numa das frisas e até deu goles em copos de cerveja, cercada por amigos para que não fosse fotografada com a bebida. “Eu estou aqui por causa do Neguinho da Beija-Flor. Ele é meu amigo, um companheiro”, dizia Marisa”.

    EU:

    Quando eu digo que a animação etílica no lar dos Lula da Silva começa pela dona da casa…

    A imagem de dona Marisa, descabelada e suada aproveitando o desfile de Carnaval como se não houvesse amanhã, é a do escracho.

    Não estou dizendo que a primeira-dama não tenha o direito de se divertir. O problema é que ela não foi se esbaldar na Sapucaí na qualidade de cidadã particular.

    Você pode não concordar comigo, doce internauta, mas a mim dona Marisa lembra muito Dulce Figueiredo, outra primeira-dama que só conseguia se divertir levando a alegria às últimas consequências.

    E, para mim, a imagem que Dulce Figueiredo deixou é a de uma figura patética, de uma perua deslumbrada e acéfala que usava a posição do marido para levar vantagem…”

  13. Karina,

    O ministro das Finanças do Japão, Shoichi Nakagawa poderia pedir asilo político no Palácio da Alvorada….rsrsrsrsrsr

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s